Sasol in Society
Banner

Programa de vacinação

A Sasol, em colaboração com Governo de Moçambique, lançou na última sexta-feira, 9 de Julho de 2021, a sua campanha de vacinação para os seus colabores e suas famílias em Maputo e Inhambane.

Como parte do seu programa de vacinação, a Sasol adquiriu 8 000 doses de vacinas através do seu fornecedor de Serviços Médicos Dez por cento (10%) dessas vacinas será doado ao governo para ajudar a reforçar a vacinação de grupos vulneráveis ​​em Moçambique.

Ao se dirigir aos trabalhadores, nas Instalações Centrais de Processamento de Gás, em Temane, a Dra. Josina Mussengue, uma das médicas ocupacionais da Sasol, destacou a importância das vacinas referindo que se uma pessoa totalmente vacinada entrar em contacto com o vírus, tem 50% de probabilidade de não se infectar, e se for infectada, tem 78% de ser assintomática.

Em representação Equipa Executiva do Sector de Fornecimento e Operações de Gás, participaram do evento o Vice-Presidente e Director Geral da Sasol para Moçambique, Ovidio Rodolfo, o Vice Presidente para Segurança, Saúde, Ambiente e Segurança, Ashley Grow e o Vice Presidente para Gestão de Activos do Sul de Moçambique. Bassem Tadros.

Com a sua vacinação diante dos trabalhadores, os membros da equipe executiva do Sector de Fornecimento e Operações de Gás demonstraram seu compromisso em desacelerar a propagação da pandemia, proteger a si próprios, a seus colegas, famílias e à comunidade em geral.

O Director da Sasol em Moçambique, Ovidio Rodolfo, disse: “Estamos satisfeitos que o Governo tenha concordado em nos ajudar a implementar a vacinação para a nossa força de trabalho. A vacinação dos trabalhadores e suas famílias é uma meta importante para a Sasol e o governo de Moçambique, e representa o nosso testemunho dos valores de cuidado e de colocação das pessoas em primeiro lugar”

Explicando como a vacinação será distribuída aos funcionários, Ovidio disse que embora seja altamente recomendada, a vacinação é voluntária e cobrirá todos os funcionários da Sasol e suas famílias (incluindo crianças acima de 18 anos de idade de acordo com as diretrizes do Governo). Ele acrescentou que também farão parte do público alvo prestadores de serviços ligados aos projetos, manutenção e apoio à fábrica.

Além do programa de vacinação, a Sasol continua a fornecer apoio COVID-19 às comunidades e ao governo, fornecendo desinfectantes e combustível para os sectores directamente envolvidos nas acções de combate e controlo da pandemia no país.

Até ao momento, a Sasol já forneceu mais de 100 000 (cem mil) litros de desinfectante à base de álcool e 250 000 (duzentos e cinquenta mil) litros de combustível ao sector público.

A Sasol também instalou um laboratório de teste PCR de COVID-19, na sua clínica em Nhamacunda, distrito de Vilankulo que, para além de servir os trabalhadores, está também aberto aos provedores de serviços e ao público em geral.

Sasol, in collaboration with the Government of Mozambique, launched its initiative to implement vaccinations for its employees and their families in Maputo and Inhambane.

As part of its vaccination programme, Sasol purchased 8 000 doses of vaccines through its medical services provider ten percent (10%) of these vaccines will be donated to the government to help bolster vaccination of vulnerable groups in Mozambique.

Addressing the employees at the Central Gas Processing Facilities in Temane, Dr Josina Mussengue, one of Sasol’s occupational physicians, highlighted the importance of vaccines, noting that if a fully vaccinated person comes into contact with the virus, has 50% chance of not becoming infected, and if infected, he has 78% of being asymptomatic.

The executive team of the Gas Sourcing and Operations operating unity was represented at the event by Vice President and Managing Director for Mozambique, Ovidio Rodolfo, Vice President for Safety, Health, Environment and Security, Ashley Grow and Vice President for Southern Mozambique Asset Management, Bassem Tadros.

Receiving their vaccinations in front of the employees the members of the Gas Operations and Supply executive team demonstrated their commitment to slowing the spread of the pandemic, protecting themselves, their colleagues, families and the wider community.

Sasol Mozambique Managing Director, Ovidio Rodolfo said: “We are pleased that the Government has agreed to help us implement vaccination for our workforce. Vaccination of workers and their families is an important goal for Sasol and the government of Mozambique, and represents our witness to the values ​​of caring and putting people first.”

Explaining how vaccinations would be rolled out to employees, Ovidio said that while highly recommended, vaccination is voluntary and will cover all Sasol employees and their families (including children over 18 years of age as per Government guidelines). He added that service providers linked to the projects, maintenance and support to the Central Processing Facility will also be part of the target audience.

In addition to the vaccination programme, Sasol continues to provide COVID-19 support to communities and the government, providing disinfectants and fuel to sectors directly involved in the fight and control of the pandemic in the country.

So far, Sasol has supplied more than 100 000 (one hundred thousand) litres of alcohol-based disinfectant and 250 000 (two hundred and fifty thousand) litres of fuel to the public sector.

Sasol has also installed a COVID-19 PCR testing laboratory at its clinic in Nhamacunda, Vilankulo district which, in addition to serving the employees, is also open to service providers and the general public.

1 comment